Entrevista

Dra.

Andrea Fascetti

Médica Veterinária, Ph.D.
Professora de Nutrição no Hospital Escola de Medicina Veterinária; Chefe do Serviço de Apoio Nutricional; Pesquisadora responsável pelo centro de Cuidado Pet e de Nutrição de Felinos; Pesquisadora responsável pelo Laboratório de Aminoácidos.
Universidade da California - Davis, CA, EUA
entrevista - Nov/2011

   
This interview in english.    

Dra. Andrea Fascetti é médica veterinária (Universidade da Pennsylvania, Philadelphia - PA, 1991) com doutorado (Universidade da California, Davis - CA, 1999). É diplomada pelo Colégio Americano de Medicina Interna (ACVIM, 1994) e pelo Colégio Americano de Nutrição Veterinária (ACVN, 1999). É secretária/tesoureira do Quadro Executivo do ACVN. Membro do conselho Científico da "Alimentos para Iniciativas em Saúde" da Universidade da Califórnia em Davis. Membro do Cat Food Nutrient Profile Subcommittee da AAFCO Dog and Cat Expert Committee.


Dra. Fascetti esteve no Brasil proferindo palestras no IV Simpósio de Nutrição Clínica de Cães e Gatos da Unesp/Jaboticabal, SP em Nov/2011. Confira a seguir a entrevista!


01: O que você conhecia sobre o Brasil?
02: O que achou do IV Simpósio de Nutrição Clínica de Cães e Gatos?
03: Como os veterinários fornecem o serviço de nutrição clínica em seus consultórios nos EUA?
04: Atualmente, quais os temas mais importantes em nutrição de pets na pequisa científica?
05: Aonde um estudante brasileiro pode ir para se especializar em nutrição pet?
06: Qual sua opinião sobre dietas caseiras para pets?
07: Qual sua opinião sobre dieta crua para cães e gatos?
08: Que congressos você costuma frequentar?
09: O que é necessário para ser diplomado pelo ACVN e a que isso da direito?

     

     

nutrição.Vet: 01- Quantas vezes você já esteve no Brasil? O que você sabia sobre o que é feito no Brasil na área de nutrição de cães e gatos?

 

 

Andrea Fascetti at IV Symposium of Clinical Nutrition Brazil

 

 

Dra. Fascetti: Esta foi minha segunda viagem ao Brasil. Eu estive no Brasil em julho [2011] para proferir palestra na reunião da Sociedade Brasiliera de Zootecnia em Salvador - BA. A maioria do que eu conhecia sobre pesquisa em nutrição de cães e gatos no Brasil eu aprendi lendo as publicações do grupo de pesquisa do Dr. Aulus Carciofi. Durante minha viagem mais recente eu pude ver a extensão do seu programa de pesquisa, mas também aprender muito sobre como os brasileiros compreendem a nutrição e alimentam seus animais de estimação.

 

 

 

nutrição.VET: 02- Quais foram suas impressões sobre o IV Simpósio de Nutrição Clínica de Cães e Gatos?

 

Dra. Fascetti: Eu não tinha idéia do que esperar do simpósio.

Foi muito empolgante e divertido estar neste evento. Ter tantas pessoas tão entusiasmadas com nutrição em um só evento é incomum.

 

A maioria dos eventos a que eu vou combinam nutrição com outros tópicos como medicina interna e outras palestras em veterinária. É um verdadeiro deleite ir a uma reunião tão grande devotada inteiramente a nutrição de cães e gatos.

 

Os temas foram muito oportunos e abordaram alguns temas muito polêmicos, como a síndrome metabólica em cães.

_____

"... É um verdadeiro deleite ir a uma reunião tão grande devotada inteiramente a nutrição de cães e gatos.”

_____



(pg.01.) (continua). (voltar ao topo).

 

     
     

nutrição.Vet: 03- Como os veterinários em seus consultórios – não dentro da universidade – fornecem o serviço de nutrição clínica nos EUA? Eles o realizam ou encaminham a especialistas?

 

Dra. Fascetti: Eu penso que para casos simples muitos veterinários se sentem confortáveis em selecionar uma dieta para seus pacientes.

 

Nós de maneira geral somos contatados por veterinários para

 

 

IV Symposium of Clinical Nutrition Brazil

 

ajuda se sua recomendação inicial falhou ou se o animal desenvolve uma afecção secundária.

 

Então nós somos chamados a

tentar selecionar dietas para animais com múltiplas doenças – por exemplo doença nos rins e pancreatite ou doença nos rins associada a alguma reação adversa ao alimento. Nós também temos muito chamados para avaliar e formular dietas caseiras.

 

Eu considero nutrição ainda uma especialidade emergente em medicina veterinária.

 

Eu não acho que todos os veterinários estão cientes sobre o que nós podemos fazer para apoiá-los no manejo de seus pacientes. Na nossa experiência, uma vez que o veterinário utilizou nossos serviços, ele volta a utlizar com frequência.  


(pg.02.) (continua). (voltar ao topo).

 

 

 

     
     

nutrição.Vet: 04- Atualmente, quais os temas mais importantes na pesquisa científica sobre nutrição de cães e gatos?

 


IV Symposium of Clinical Nutrition Brazil

 

 

Dra. Fascetti: Dado que aproximadamente 40% dos cães e gatos estão com sobrepeso ou obesos, pesquisas nesta área continua a ser muito importante.

 

Certamente o debate quanto ao uso de carboidratos em alimentos para estes animais (especialmente para gatos) e dieta crua da mesma forma estão levando a alguns ramos de investigação.

 

 

Eu também vejo um interesse crescente a respeito dos efeitos que o processamento dos alimentos na disponibilidade dos nutrientes como uma área de pesquisa em crescimento.

 

_____


"... Dado que aproximadamente 40% dos cães e gatos estão com sobrepeso ou obesos, pesquisas nesta área continua a ser muito importante.”

_____

 

(pg.03.) (continua). (volta ao topo).


     
     

nutrição.Vet: 05- Se um estudante de veterinária brasileiro quer saber mais sobre nutrição de cães e gatos ou quer fazer residência, estágio, mestrado ou doutorado, onde no mundo você acha que este estudante deveria ir?

 

 

Dra. Fascetti: Na verdade um estudante brasileiro não precisa ir longe para receber exceletne treinamento em nutrição de animais de companhia. Há um programa de treinamento muito ativo e empolgante na Universidade Estadual Paulista - UNESP Campus de Jaboticabal coordenado pelo Dr. Aulus Carciofi. Eu acho que o número de estudantes participantes é um dos pontos fortes do programa, além de eles terem no mesmo local, instalações para animais e a capacidade de produzirem eles próprios as dietas que serão testadas [o Campus tem uma pequena fábrica de ração extrusada]. Este programa também oferece residência em nutrição clínica.

 

Se você quer ter alguma experiência vivendo fora do Brasil, há também programas de residência em nutrição que o preparam para ser certificado pelo "American College of Veterinary Nutrition (ACVN)" ou pelo "European College of Veterinary and Comparative Nutrition (ECVCN, listed through the European Board of Veterinary Specialists)".

 

 

Há também uma variedade de excelentes programas de pós-graduação por todo o mundo se você estiver interessado em obter um certificado de mestrado ou de doutorado. se há uma área em particular na nutrição que interessa a você, uma busca na literatura provavelmente o levará a

programas e orientadores potenciais. Você também deve considerar perguntar a seus professores e orientadores na sua instituição atual. Há também duas organizações que podem ser úteis.

 

A primeira é a "American Academy of Veterinary Nutrition (AAVN)" e a segunda é a European Society of Veterinary Comparative Nutrition (ESVCN). Membros de cada uma destas organizações são interessados em nutrição veterinária. Eles frequentemente divulgam a abertura de oportunidades para aprimoramento em seus websites e ambas promovem uma reunião anual. Os membros também têm acesso a uma lista de discussão onde podem postar dúvidas, ou manter-se por dentro do que os membros estão fazendo e ter acesso a possibilidades de treinamento.


_____

"... American College of Veterinary Nutrition (ACVN) ou o European College of Veterinary and Comparative Nutrition (ECVCN) ...”

_____



(pg.04.) (continua). (voltar ao topo).

     
     

nutrição.Vet: 06- Qual sua opinião sobre dietas caseiras para cães e gatos?

 

 

Dra. Fascetti: Há numerosas razões que fazem proprietários a querer preparar dietas caseiras para seus animais de estimação. Elas incluem desconfiança com relação a fábricas de alimentos comerciais, querer abraçar uma filosofia de alimentação em particular ou querer alimentar seu animal com um ingrediente específico. Alguns proprietários sentem que é uma ótima maneira de se relacionar com seu animal.

 

Uma dieta caseira pode ser valiosa em casos em que o animal não irá comer uma dieta terapêutica veterinária apropriada ou quando ele tem várias doenças e a dieta correta para uma afecção é contra-indicada para o outro problema de saúde que o animal tem.

 

Eu recomendaria fortemente que se um proprietário vai cozinhar para seu animal de estimação, que ele consulte um veterinário treinado para ter orientação. Apesar de extremamente bem intencionados, muitos proprietários criam receitas ou refeições que não têm nutrientes essenciais para cães e gatos e quando são

 

utilizadas por um certo tempo podem resultar em deficiência nutricional. Problemas que nós vemos comumente incluem deficiência de cálcio bem como deficiência de várias vitaminas e micro-minerais.

 

 

IV Symposium of Clinical Nutrition Brazil

 

 

Eu também recomendaria precaução com receitas encontradas na Internet ou em publicações para proprietários de cães e gatos. Nossa experiência tem sido de que frequentemente elas não cobrem todos os requerimentos dos animais ou, em alguns casos, fornecem alguns nutrientes em excesso o que pode levar a intoxicação. O Serviço de Apoio Nutricional da Universidade da California em Davis tem um website com uma lista de perguntas frequentemente feitas com relação a dietas caseiras que pode ser interessante.

(pg.05.) (continua). (voltar ao topo).

     

nutrição.Vet: 07- Qual sua opinião sobre dietas cruas para cães e gatos?

 

 

Dra. Fascetti: Eu acho que temos muito a aprender sobre alimentação com dietas cruas para cães e gatos domésticos.

 



Atualmente não há evidências científicas que apoiem que alimentação com dieta crua traga qualquer benefício de saúde a longo prazo quando comparada a alimentos comerciais ou dietas caseiras [cozidas].

 



Isto, combinado ao potencial real de zoonoses, é a razão pela qual eu pessoalmente não recomendo sua utilização.

 



_____


"... não há

evidências

científicas

que apoiem

que a alimentação

com dieta crua

traga qualquer

benefício de saúde

a longo

prazo ...”


_____


.

nutrição.VET: 08 - A que congressos você vai usualmente para se manter atualizada em nutrição pet? Que eventos você recomenda?

 

Dra. Fascetti: Eu tento ir ao Simpósio de meio período da "American Academy of Veterinary Nutrition (AAVN)" symposium imediatamente antes do início do ACVIM’s Annual Forum . O ACVIM - Annual Forum é uma reunião muito boa com uma grande variedade de tópicos incluindo nutrição e nutrição clínica. O ESVCN - European Society of Comparative Veterinary Nutrition tem uma reunião anual que dura vários dias abrangendo nutrição básica e nutrição clínica de várias espécies. Os simpósios da AAVN e da ESVCN são grandes meios de se conectar e interagir com outros nutricionistas na academia, indústria e na prática particular.

 

Eu também gosto de comparecer à FASEB - "Federation of American Societies for Experimental Biology que inclui organizações com interesses não só em nutrição, mas em fisiologia, biomedicina, engenharia, etc. De maneira geral, a produção científica e de pesquisa tende a ser mais direcionada à saúde humana e tem muito enfoque básico, mas é uma reunião ótima para se expor a novas idéias, novas tecnologias e diferentes maneiras de pensar.

(pg.06.) (continua). (voltar ao topo).

 

     
     

nutrição.Vet: 09- O que é necessário para ser diplomado pelo ACVN e o que isso significa?

 

Dra. Fascetti: Há vários caminhos para se tornar um diplomado pelo American College of Veterinary Nutrition (ACVN). Uma maneira é o programa de treinamento de dois anos, como vários outros programas de treinamento em especialidades tradicionais na clínica. Algumas pessoas combinam seu treinamento clínico com uma pós-graduação. Outras desenvolvem seu programa de treinamento enquanto simultaneamente trabalham em outro local (é referido como um caminho alternativo de treinamento). A ACVN descreve todas as opções requerimentos em um documento encontrado no seu web site.

 

 

Round table at IV Symposium of Clinical Nutrition Brazil

 

Tornar-se um diplomado pelo ACVN torna possível a você treinar outros veterinários nesta especialidade.

 

A certificação de especialista também qualifica você como um expert na área em que você foi treinado, neste caso, nutrição veterinária.

 

Diplomados pelo nosso Colégio de Especialização (ACVN) participam de vários segmentos de mercado como o acadêmico, industrial (não somente indústria de pet food mas também indústria farmacêutica), consultorias privadas, consultas veterinárias particulares e governamentais.

 

 

 

 

nutrição.Vet: Obrigada!


Dra. Fascetti: Foi um prazer – obrigada pela oportunidade!!


(pg.07.) (voltar ao topo).

 

 


veja também

 

 


[ Como anunciar ]