E-mail    Senha    Não possui uma conta? Clique aqui e cadastre-se.



Entrevista

Dr.

Kelly S. Swanson

Pesquisador Associado de Nutrição Animal
Departamento de Zootecnia
University of Illinois, Urbana-Champaign, USA
entrevista - Jun/2010

   
this interview in english    

Dr. Kelly Swanson é professor associado de nutrição animal no departamento de Zootecnia (University of Illinois, USA). Em pesquisa, seus interesses são: nutrição comparada; nutrição de animais de companhia; genômica nutricional; regulação de apetite e obesidade; microbiota intestinal e doença. Ele é um dos primeiros pesquisadores a trabalhar com nutrigenômica em cães e gatos, uma nova ferramenta que promete em futuro próximo grande desenvolvimento no nosso entendimento da nutrição.


Dr. Swanson esteve no brasil proferindo palestras no II Congresso internacional e IX Simpósio de nutrição de animais de estimação do CBNA (Colégio Brasileiro de Nutrição Animal) Campinas/SP em Maio/2010. Confira a entrevista a seguir que ele deu ao nutrição.VET via e-mail. Esta entrevista foi vertida para língua português (brasileira) por Danilo F. de Souza, mestrando da Unesp Jab.


01: Até hoje, quais foram as principais contribuições da nutrigenômica para a nutrição de cães e gatos?
02: O Brasil agora está produzindo grandes quantidades de parede celular de levedura. Qual é a sua opinião sobre a utilização deste como um ingrediente funcional em alimentos petfood para promover a saúde?
03: Quais são as perspectivas futuras na nutrição de cães e gatos?
04: O que você sabia sobre o que estava sendo feito em nutrição animal no Brasil e quais foram suas impressões sobre o que encontrou aqui?
05: Qual foi sua impressão sobre o II Congresso Internacional?
06: Quais congressos você costuma ir para manter-se atualizado sobre nutrição de animais de estimação?

     

   
     
     

nutrição.Vet: 01- Até hoje, quais foram as principais contribuições da nutrigenômica para a nutrição de cães e gatos?

 

 

 

Dr. Swanson: Fico feliz em ver que muitos grupos de pesquisa começaram a usar a biologia genômica para estudar interações gene-nutriente. 

 

Em experimentos utilizando tecnologia de biochips, que fornecem uma visão global da expressão do gene (perfis de expressão de genes), os genes e/ou vias metabólicas de interesse vêm sendo identificadas para posteriores estudos. Tais experiências têm favorecido nossa compreensão sobre biologia dos tecidos (por exemplo, adiposo, músculo esquelético, intestino, pele) ou identificando alvos potenciais para a prevenção ou tratamento de doenças. 

 

Embora parte da pesquisa básica esteja apenas colocando as bases para futuros estudos com aplicação direta na indústria petfood, pesquisas interessantes já foram realizadas nas seguintes

envelhecimento canino, obesidade canina e felina; fisiologia do exercício, doenças gastrointestinais; dermatites atópicas, entre outros. 

 

Futuras pesquisas neste sentido certamente terão efeitos diretos sobre os cuidados veterinários e manejo nutricional de animais de estimação.


_____

"... Futuras pesquisas neste sentido certamente terão efeitos diretos sobre os cuidados veterinários e manejo nutricional de animais de estimação.”

_____



(pg.01.) (continua). (volta ao topo).

 

   
     
     

nutrição.Vet: 02- O Brasil agora está produzindo grandes quantidades de parede celular de levedura. Qual é a sua opinião sobre a utilização deste como um ingrediente funcional em alimentos petfood para promover a saúde?

 

Dr. Swanson: Extratos da parede celular de levedura são produtos muito interessantes e têm potencial para melhorar a saúde intestinal, mas esta área necessita extremamente de mais estudos em cães e gatos. 

 

Grande parte das pesquisas tem sido realizada em animais de produção. 


_____

 

"... Animais sob estresse ou com o estado comprometido (...) são mais susceptíveis aos benefícios destes produtos.”

 

_____

 

 

Dadas as necessidades nutricionais específicas e condições de vida de cães e gatos, estudos nestas espécies são necessários. 

 

Animais sob estresse ou com o estado comprometido, como os animais recém-desmamados, idosos ou propensos a distúrbios gastrointestinais, são mais susceptíveis aos benefícios destes produtos.

 

No entanto, pesquisas são necessárias nestas populações para determinar a dosagem correta e os mecanismos pelos quais estes produtos funcionam.

 

Além da dosagem, a consistência do produto é muitas vezes um problema. Variabilidade dos produtos (como por exemplo, na composição de nutrientes, etc) dos fabricantes, assim como entre os fabricantes, precisam ser melhorados/minimizados. 

 


(pg.02.) (continua). (volta ao topo).

 

   
     
     

nutrição.Vet: 03 - Quais são as perspectivas futuras na nutrição de cães e gatos? O que vem por aí?

 

 


Dr. Swanson: Do ponto de vista da pesquisa, os avanços tecnológicos continuarão a expandir nosso conhecimento sobre nutrição de animais de estimação. 

 

Áreas emergentes de estudo incluindo nutrigenômica, nutrigenética, proteômica, metabolômica, nanotecnologia e os avanços na capacidade de imagem certamente desempenharão um importante papel. Estas áreas vão aumentar nosso conhecimento da biologia dos animais de estimação em um nível molecular e ainda fornecer um meio para realização de pesquisas de maneira menos invasiva. 

 

Ferramentas moleculares também estão sendo aplicadas para estudar as populações microbianas no corpo. Usando essas ferramentas para desenvolver uma melhor compreensão das interações hospedeiro-micróbio, que não só podem afetar a saúde gastrointestinal, mas como a cavidade oral, trato urogenital, pele, e muitos outros também. Estas pesquisas iniciais finalmente proporcionarão melhores dietas e qualidade de vida.


Nutrição materna e pós-natal inicial são muito importantes, porém pouco estudadas em cães e gatos. Iniciativas recentes nessa área, no entanto, levarão esperançosamente a adequadas dietas maternas e de desmame. Saúde geriátrica e doenças clínicas continuarão sendo importantes áreas de estudo também. Nos Estados Unidos, há uma ampla variedade de alimentos coadjuvantes disponíveis. 

Estas continuarão melhorando e ampliando a qualidade de vida de animais de estimação. Parece que não há muitos alimentos coadjuvantes no mercado brasileiro, mas acredito que serão mais comuns no futuro.

 

Dietas não tradicionais (por exemplo, crua; caseira; orgânica; etc.) são muito populares hoje em dia e acredito que continuarão aumentando em um futuro próximo. Elas podem não ser tão populares no Brasil como nos Estados Unidos, mas provavelmente irão aumentar. 

 

O uso de ingredientes funcionais / fitoquímicos provavelmente continuarão aumentando também.

 

_____


"... Áreas
emergentes de estudo
incluindo nutrigenômica, nutrigenética, proteômica, metabolômica, nanotecnologia e os avanços na capacidade de imagem certamente desempenharão um
importante
papel.”

_____

 

(pg.03.) (continua). (volta ao topo).


   
     
     

nutrição.Vet: 04- O que você sabia sobre o que estava sendo feito em nutrição animal no Brasil e quais foram suas impressões sobre o que encontrou aqui?

 

 

Dr. Swanson: Antes de minha visita, eu tinha pouco conhecimento das indústrias brasileiras de alimentos para animais de companhia. Eu sabia que o Brasil era um dos maiores produtores de alimentos para animais de companhia no mundo, com os nomes das maiores empresas e importantes grupos de pesquisa, mas isso era tudo. 

 

Eu tive uma ótima estadia e conheci muitas pessoas interessantes durante a minha visita. Aprendi muito com as apresentações orais e com os pôsteres no II Congresso Internacional sobre Nutrição de Animais de Estimação. Fiquei impressionado com o número de pôsteres e com a variedade de linhas de pesquisa que estão sendo conduzidas. 

 

Além de participar do Congresso, eu visitei indústrias petfood da região, uma indústria de palatabilizantes e a UNESP de Jaboticabal enquanto estive no estado de São Paulo. Fiquei muito impressionado com as pessoas que conheci e com o volume e variedade de produtos fabricados nas indústrias petfood e de palatabilizantes.

 

Também foi muito interessante e educativo visitar

as instalações de clínica veterináira e de produção da UNESP.

 

Embora as opções de ingredientes possam ser um pouco diferentes, em geral, observa-se que as linhas de pesquisa, processos de fabricação e os alimentos disponíveis no Brasil são muito parecidos com os dos Estados Unidos.

_____

"... Embora
as opções de ingredientes possam ser um pouco diferentes, em geral, observa-se que as linhas de pesquisa, processos de fabricação e os alimentos disponíveis no Brasil são muito parecidos com os dos Estados Unidos...”

_____


(pg.04.) (continua). (volta ao topo).

 

   
     
     

nutrição.Vet: 05- Qual foi sua impressão sobre o II Congresso Internacional sobre nutrição de animais de estimação, no Brasil, onde recentemente (06/maio/ 2010) deu palestrass?

 

 

Dr. Swanson: Gostei muito de meu tempo no II Congresso Internacional. 

 

 

O tamanho da reunião (200-300 pessoas) foi muito bom. Foi fornecido um ambiente agradável para networking e discussão das pesquisas. 

 

Eu particularmente gostei da minha interação com os alunos de pós-graduação durante a apresentação de pôsteres.

 

Todos foram muito gentis e dispostos a discutir suas pesquisas comigo. Os temas apresentados durante as apresentações orais (como por exemplo, fibra dietética; processamento; etc) também foram muito interessantes.


(pg.05.) (continua). (volta ao topo).

 


 

   
     
     

nutrição.Vet: 6- Quais congressos você costuma ir para manter-se atualizado sobre nutrição de animais de estimação? Quais congressos você recomenda?

 

 

Dr. Swanson: Aqui está uma lista de reuniões a que costumo comparecer:

 

Petfood Forum and Workshop - reunião anual (abril) que oferece uma mescla de tendências da indústria, práticas de fabricação, atualizações de pesquisa e contatos com fabricantes de alimentos petfood, fornecedores de ingredientes e outros serviços relacionados com a indústria.

 

Waltham International Nutritional Sciences Symposium - este é normalmente realizado a cada 2-3 anos e é sempre um grande evento, provido com ciência de excelência. A próxima reunião será realizada em Cambridge, Reino Unido, em setembro de 2010.

 

Experimental Biology (EB) – enorme reunião (abril) anual (10.000-15.000 participantes e expositores) focada em anatomia, fisiologia, nutrição, etc, com um grande foco em ciência básica. A reunião tem um foco muito menor em nutrição animal, mas oferece uma boa oportunidade para networking e para obter atualizações sobre uma vasta gama de temas científicos.

 

National American Society of Animal Sciences (ASAS) – grande reunião anual (julho) focada na pecuária e ciência de animais de estimação, incluindo a nutrição. Pesquisas básicas e aplicadas são apresentadas nesta reunião.

 

American College of Veterinary Internal Medicine (ACVIM) - reunião anual (junho) com foco em doenças e medicina veterinária. No entanto, várias sessões/programas têm foco em nutrição, doenças endócrinas, saúde e doenças gastrointestinais, que são muito úteis.


_____

"... Experimental Biology (EB) – enorme (10.000 a 15.000 participantes e expositores) reunião anual (April) ...”

_____


 

nutrição.VET: Muito obrigada!

 

(pg.6.) (final). (volta ao topo).

 



[ Como anunciar ]