Glossário Básico - Nutrição vet



Os textos abaixo estão disponíveis para uso individual para estudos. Não estão disponíveis para impressão de qualquer tipo ou publicação em outros sites ou de qualquer outra forma sem citação explícita da fonte. Obrigado por respeitar os direitos autorais.


Para citar estes textos em Referências Bibliográficas, seguir como no exemplo abaixo:

GOMES, M.O.S. Ácido linoléico conjugado. [on line] Disponível em: http://www.nutricao.vet.br/glossario_basico.php. Acesso em (dia) (mês) (ano).




Pesquise por palavras-chave ou expressões:


Quantidade de energia por unidade de peso de um alimento, é expressa em kcal (quilocaloria) ou kj (quilojoule) de Energia metabolizável por grama de alimento ou por grama de matéria seca do alimento. (elaborado por GOMES, M.O.S., 2009.).     
 


Estado orgânico que resulta de um processo em que as necessidades fisiológicas de nutrientes não estão sendo atendidas. Nota: a deficiência nutricional pode ser decorrente tanto de problemas alimentares quanto de problemas orgânicos, de digestão e absorção, por ex. (elaborado por PRADA, C. S. em 2013 a partir de material do Ministério da Saúde do Brasil).     
 


É um transtorno endócrino crônico que se caracteriza pela deficiência relativa ou absoluta do hormônio insulina, produzido pelas células beta do pâncreas. A deficiência de insulina provoca uma alteração no transporte celular e no metabolismo da glicose, lipídeos e aminoácidos em tecidos insulino é dependentes. Os principais sintomas clínicos são: poliúria, polidipsia, perda de peso e polifagia,. (elaborado por PEIXOTO, Mayara C., Out 2013).     
 


Aumento no número e na quantidade de fezes eliminadas diariamente, com consistência diminuída, que varia entre pastosas e liquefeitas. (elaborado por PRADA, C. S., a partir do site da FM-USP, jun/2014).     
 


Concentração anormal de lipídeos (triglicérides, colesterol ou ambos) no sangue. (elaborado por PEIXOTO, Mayara C., Out 2013).     
 


Processo fisiológico pelo qual os alimentos ingeridos são reduzidos a substâncias assimiláveis pelo organismo e transferidos para a corrente sanguínea. (elaborado por PRADA, C. em 2013 a partir de material do Ministério da Saúde do Brasil).     
 


É a porcentagem de conteúdo bruto de nutrientes do alimento liberado depois dos processos digestivos mecânicos e químicos. A digestibilidade depende tanto das características dos nutrientes como da eficiência digestiva do organismo. (elaborado por GOMES, M.O.S., 2009.).     
 


Dificuldade para defecar. (elaborado por PRADA, Cristiana S., Out/2013 a partir de definiçao no Merriam-Webster.)     
 


Parte do ,intestino delgado (desculpe, em construçao).


Anúncio do google