Glossário Básico - Nutrição vet



Os textos abaixo estão disponíveis para uso individual para estudos. Não estão disponíveis para impressão de qualquer tipo ou publicação em outros sites ou de qualquer outra forma sem citação explícita da fonte. Obrigado por respeitar os direitos autorais.


Para citar estes textos em Referências Bibliográficas, seguir como no exemplo abaixo:

GOMES, M.O.S. Ácido linoléico conjugado. [on line] Disponível em: http://www.nutricao.vet.br/glossario_basico.php. Acesso em (dia) (mês) (ano).




Pesquise por palavras-chave ou expressões:


Método utilizado para expressar o conteúdo de proteína de um alimento que segue um procedimento analítico específico para medição de nitrogênio. Introduz-se o fator empírico 6,25 para transformar o numero de gramas de nitrogênio encontrado em numero de gramas de proteínas. Este método baseia-se em três etapas: digestão, destilação e titulação. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Mar, 2010).

Via de administração de fluidos ou medicamentos diferente do conduto digestivo. As vias utilizadas podem ser a endovenosa, intra-óssea, intra-peritoneal, intra-dérmica ou subcutânea. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Ago, 2010).     
 


Peso corporal de um animal em quilograma e elevado a potência de 0,75 (peso corporal 0,75), derivado da relação entre metabolismo e tamanho, serve como referência para comparar o metabolismo entre espécies, raças e animais de diferentes tamanhos. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Mar, 2010).     
 


Alimentos industrializados destinados à alimentação dos animais de estimação. Produzidos por empresas especializadas em nutrição e comercializados em supermercados, casas agropecuárias e pet shops. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Ago, 2010).     
 


Sigla de potencial hidrogeniônico da urina, que indica o seu grau de acidez ou alcalinidade. Sua definição em relação aos alimentos para cães e gatos, se dá pela determinação do valor médio de pH urinário que a ingestão de um determinado alimento a produzirá em um grupo de animais. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Ago, 2010).


O premix é um produto base utilizado na fabricação de alimentos industrializados para cães e gatos. Nele estão presentes as vitaminas, os minerais, os aminoácidos e os Aditivos que os compõe. Os premix podem ser vitamínicos, minerais, vitamínicos e minerais e de aminoácidos. (elaborado por JEREMIAS, Juliana. T., Ago, 2010).     
 


Consiste em uma combinação de dieta adequada (calorias reduzidas, menor teor de gordura, nível aumentado de fibras), aumento da atividade física e conscientização do proprietário a respeito da condição do animal. (elaborado por PEIXOTO, Mayara C., Out, 2013).     
 


Quantidade de proteína obtida depois de subtrair as proteínas eliminadas nas fezes da proteína contida nos alimentos. Isto quer dizer que, uma proporção das proteínas dos alimentos é eliminada pelas fezes; a diferença entre as proteínas consumidas e as proteínas excretadas denomina-se proteína digestível. (elaborado por JEREMIAS, J.T., Mar, 2010).


Anúncio do google